A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Posts Tagged ‘perdão

Perdoar não é divino, é humano

leave a comment »

iStock_000001398323Medium

Perdoar é um estado pleno de consciência sobre si mesmo. Ele envolve revirar os entulhos que temos escondidos dentro da alma, aqueles que jogamos para debaixo do tapete chamado ego. Por muitas vezes deixamos ali esquecidos e transferimos todas as parcelas de culpas e infortúnios para os outros, para a vida e o universo.

Mesmo numa situação onde somos vítimas, somos também algozes de alguma forma. Talvez um olhar crítico ou uma frase mal colocada, importuna, faz com que atraiamos a lei de ação e reação. Mesmo o mínimo imperceptível para nós, pode ser o gigante monstruoso para o outro. Somos humanos, somos falhos em nossa percepção.

E com isso acumulamos mágoas, ressentimentos, pequenos ódios, raivas imensuráveis. E elas ficam todas guardadas em nossa alma, ocupando espaço, inúteis, improdutivas. São alimentadas diariamente pelas nossas obcessões e neurozes e, pela a nossa grande incapacidade de perdoar.

Aí volta-se aquele velho discurso de que o problema é do outro, você não fez nada, etc etc e o ciclo permanece inalterado. Não, o problema é seu. É de sua responsabilidade se livrar dos seus detritos emocionais. O que o fulano faz ou deixa de fazer não está ao seu alcance, você não irá arcar com as consequências disso, mas o que você faz com o seu templo sagrado – que é sua alma – é o que te torna um ser humano consciente de si mesmo e das situações que estão a sua volta .

E essa lucidez começa com o autoperdão, a autocompaixão. Se reconhecer como um ser falível, limitado emocionalmente e mentalmente, mas disposto a aprender e alcançar voos incríveis. Entender que mesmo imperfeito, existe o divino dentro de você e esse divino é capaz de transformar o mundo com o amor, o perdão e a compaixão.

Se reconheça no íntimo, mesmo o que veja não seja agradável. Este é o primeiro passo para tentar colocar a casa em ordem e se livrar da sujeira acumulada por muito tempo. Você é o único responsável pelo que carrega dentro de si. Como nos ensinou Chico Xavier com sua sabedoria infinita: “Aos outros eu dou o direito de ser como são; a mim dou o dever de ser cada dia melhor.”

Perdoar não é um ato divino porque o divino é perfeito e não reconhece essa premissa de ódios e mágoas. Perdoar é um ato humano porque precisa de muita coragem (para tomar essa atitude sem se incomodar com o julgamento alheio), resignação (em aceitar o que não pode ser mudado) e sublimação (para superar e neutralizar o sofrimento) para desapegar das velhas essências. É necessário que o humano siga em direção a seu divino.

Written by Babi Arruda

31/07/2014 at 13:46

Publicado em Artigos

Tagged with , , ,

%d blogueiros gostam disto: