A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Posts Tagged ‘oportunidade

Oportunidade: corra atrás dela!

with 2 comments

Hei! Olha ela ali! Atrás dela! Corre mais um pouco, assim você consegue agarrá-la! Vamos, se esforce. Pega, pega! Xi, não deu. Dormi no ponto e ela escapou pelos meus dedos. Agora tenho que esperar e ver se ela passa aqui de novo, que mude de idéia e volte. Porém, ela é muito temperamental. Uma vez que deixamos escapá-la, dificilmente dá o ar de sua graça de novo.

Sim, a dona oportunidade é assim: única, sutil, misteriosa e efêmera. Temos que aproveitá-la no exato momento em que ela decide aparecer. Mas infelizmente boa parte das pessoas deixam as oportunidades passarem batido, como se nada tivesse acontecido.

Depois ficam reclamando que não tem sorte, que a vida não está sendo muito boa ou que o destino não conspira a favor. Não é por aí que a banda toca! O destino não tem nada a ver com as pisadas de bola que cometemos.

É muito cansativo aquelas pessoas que reclamam de tudo, vivem de baixo astral e ainda por cima fazem questão de passar toda aquela energia negativa. Não sabem priorizar metas e muito menos focar nas ações. Ao invés de aprimorar o olhar sobre uma determinada questão, não, preferem lamentar a situação como um mestre rabugento.

As chances de mudanças e transformações passam diante do nariz e elas ficam estagnadas nas suas próprias reclamações. Não são capazes de enxergarem a realidade sem as ilusões da sua própria baixo auto-estima.

Daí quando são confrontadas ou afrontadas com uma nova oportunidade, preferem fugir para o lado oposto, acreditando não merecer tal dádiva. Por favor, vamos deixar de lado pensamentos limitados! Ter pena de si mesmo não irá lhe impulsionar para frente, mas sim criar raízes de solidão e desilusão.

Temos que abrir os olhos para a verdade e ver o mundo colorido, aproveitar cada nova oportunidade que é colocada em nosso caminho. Tudo depende a nossa própria vontade de transformar, de gerar algo novo e sublime.

“Quem sabe faz a hora não espera acontecer”! Geraldo Vandré tinha toda razão quando compôs esta canção. Ficar parado esperando as coisas acontecerem não é um exemplo de evolução. Temos que correr atrás das oportunidades, pois através delas entraremos sempre num novo estágio de reciclagem de atitudes e emoções.

Se hoje isso não deu certo, não tem problema! Amanhã se tenta mais uma vez. Caiu de novo? Não faz mal! Passa uma pomadinha para tirar o roxo, levante a cabeça e se agarre na próxima chance. Só se mantenha atento para não deixar ela fugir de novo. Persista, uma hora vai. Não há mal que dure para sempre e nem excesso de estupidez que sobreviva alguns tombos homéricos.

Anúncios

Written by Babi Arruda

08/02/2011 at 14:52

Tudo ou nada

with 6 comments

Arrisque-se. Não tenha medo de se atirar de cabeça. Corra atrás dos seus sonhos, dos seus desejos, dos seus objetivos. Não deixe que o acaso tome as decisões do seu futuro. Empenhe-se em realizar o melhor, com confiança e convicção de que está fazendo a escolha certa no momento certo.

 

Aproveite a vida ao máximo e não tenha medo das mudanças. Elas estão aí para você sempre estar um passo a frente, evoluir. A vida é curta demais para ser desperdiçada com inseguranças e incertezas. Decida em ser feliz e não se importe com as mentes pré-conceituosas. Elas não são parâmetros de felicidade.

 

Liberte-se das amarras dos conceitos politicamente corretos. Eles foram criados para servir de cabresto e inibir o pensamento livre. Não confie nas pessoas possuidoras de verdades perfeitas, que se dizem cheias de escrúpulos, muito melindrosas ou então revestidas com o véu do puritanismo. Com certeza tudo isso não passa de adornos encantadores para desviar a atenção da cruel realidade: que eles não são tudo isso nem tudo aquilo.

 

Tenha em mente uma coisa: aprenda a andar na corda bamba, mas na hora de pular sempre escolha um lado, não fique eternamente se equilibrando, em cima do muro. O meio termo não funciona. É horrível, enfadonho, negligente! Esquisito demais para minha mente imediatista. Temos que ser objetivos: é tudo ou nada!

 

Até mesmo o nada é melhor que o meio termo. O nada é uma posição assumida, uma atitude definida em relação a alguma coisa (mesmo que a decisão tenha sido covarde, ainda é uma escolha!). O que não pode é se esconder atrás de “talvez”, “sei lá”, “pode ser”. Isso sim é um crime, um tiro no próprio pé.

 

O mundo está cheios de covardes assim, escondidos nas sombras de sorrisos carismáticos e palavras cordiais que vivem na base da enrolação. No fundo são pessoas inseguras que não acreditam na própria força e deixam para o destino a responsabilidade pelo seu futuro. Nada mais blasé.

 

Atitudes! Eu quero um mundo com atitudes! Eu quero ver pessoas com opiniões, argumentar com seres que pensam e não têm medo do que possa enfrentar porque sabem que é natural as consequências, mesmo que elas não sejam aquilo que esperam, mesmo que a lógica seja caótica e as perspectivas não reflitam aquilo que foi planejado.

 

Não tenha medo de ser feliz. Haja de forma inusitada, inesperada, diferenciada. Se o final não pode ser “felizes para sempre” não tem problema. Que se quebre a cara e comece tudo de novo mais uma vez. Já é alguma coisa. É um resultado.

 

Isso é vida, paixão, estímulo, desejo, realização em ser o que deveria ser e fazer consciente escolhas que definem o que você é como um ser humano totalmente capaz de buscar a felicidade plena. Nada te impede de conquistar aquilo que você quer. Tudo está em suas mãos, na sua mente e na sua força de ação!

Written by Babi Arruda

24/11/2010 at 14:21

%d blogueiros gostam disto: