A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Posts Tagged ‘bem estar

Buda em evolução

leave a comment »

its-time-to-let-go

Nada melhor do que fazer o que seu coração e sua alma mandam. A sensação de bem estar é gratificante. Sempre devemos conquistar as coisas com dedicação, amor e paz de espírito. Devemos parar de lutar contra nós mesmos e também de brigar por aquilo que não nos pertence.

Deixe ir, se esvair, se soltar. Não tente prender junto a si situações no qual você não pode interferir, muito menos fazer algo para mudar. O livre arbítrio é um direito de todos e você precisa respeitar esta lei de ação e reação do universo.

No dia em que nós aceitarmos que as reformas devem acontecer em nosso espírito e não tentar mudar o que não nos cabe sofreremos menos. O desapego é a melhor forma de libertação da dor. Aprendamos a viver o hoje. O que ficou no passado não nos pertence mais e o futuro é apenas uma suposição do nosso imaginário.

Lembre-se que o plantio é opcional, mas a colheita é sempre obrigatória e independente de suas vontades tudo acontecerá do jeito que tem que ser e não do jeito que você quer que aconteça. O que cabe a você apenas são as suas decisões de vibrar positivamente ou se deixar enredar por sensações negativas.

Não se apegue, não reclame, não critique. Cumpra sua passagem sem se influenciar pelas decisões alheias. Você é um ser completamente capaz e independente. Você é um ser de luz, um Buda em evolução.

Written by Babi Arruda

30/07/2014 at 17:11

Publicado em Artigos

Tagged with , , ,

Abstrai

with 2 comments

Sons, luzes, agitação, irritação! Coração a mil, nervos a flor da pele, palpitações e ansiedades. Esse é o diagnóstico da nossa sociedade, fragilizada pelas pressões cotidianas e os novos paradigmas do comportamento social.

Tudo é pressionado e empurrado goela abaixo. Exige-se cada vez mais de um indivíduo, que por muitas vezes, fica sem escolha de uma vida saudável e prazerosa. A qualidade de vida está num patamar de sonhos e idealizações, e não de uma realidade possível e palpável.

Polivalente, multidisciplinar. Essas são as palavras do momento, que sintetizam tudo que os outros esperam de você. Alguém que faz de tudo e mais um pouco, capaz de abdicar da própria vida, se desgastando fisicamente, mentalmente e principalmente, emocionalmente.

As pessoas precisam aprender a viver um passo de cada vez, aproveitar o momento presente e sentir o hoje transformando delicadamente os sentimentos e as ações. Não há porque se precipitar, acelerar o processo das coisas. Deixe tudo acontecer naturalmente. Quando menos se esperar os problemas estarão resolvidos, as dores esquecidas e as esperanças mais uma vez renovadas.

Em cada passo estão novas idéias, novos projetos, novas pessoas e novas emoções.

Só o tempo é capaz de colocar tudo no lugar certo, do jeitinho que precisamos. Lembre-se disso: da forma que precisamos para ser feliz e não da forma que o nosso mimo quer. Somos seres egoístas por natureza e por causa disso muitas vezes sobrecarregamos nossas metas e objetivos com coisas que simplesmente não deviam constar em nossa listinha seleta.

O grande lance é abstrair. Sim, abstraia das pessoas, das coisas e das situações. Deixe todas as questões que te aborrecem de lado. Você tem alguma solução para elas? Se a resposta for não, esquece! Abstrai!

Aprenda a selecionar as coisas na sua vida com critérios maduros, conscientes e democráticos. Não absorva tudo achando que é o super-homem ou a super-mulher. Eles não existem e as consequências dessa super lotação de atividades é a perda parcial ou senão total do seu bem-estar.

Não se estresse com pequenos problemas. Tente contorná-los com diplomacia. Se eles realmente não tiverem um impacto considerável nos seus propósitos a curto prazo, ignore-os. Guarde-os numa gaveta e só volte a abri-la quando você tiver condições de resolvê-los. Não se atropele.

Tenha paciência e saiba aproveitar as novas oportunidades oferecidas pela vida. Elas podem te surpreender de maneira positiva. Algo inesperado que vai fazer com que você se sinta extraordinariamente bem e feliz. Pronto! Isso é o suficiente para melhorar sua qualidade de vida. É simples, só basta abstrair!

Written by Babi Arruda

20/04/2010 at 11:34

%d blogueiros gostam disto: