A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Problemas: excluvisidade de todos

with 8 comments

Problemas, problemas, problemas! Sim, todos nós temos e acredito que isso seja uma coisa comum a todos os seres humanos da face da terra. Não importa a fonte, a causa dos aborrecimentos. Seu desdobramento e conseqüências têm o mesmo efeito em nossa alma causando medos, tristezas e inseguranças.

Saber trabalhar de forma positiva os tropeços da vida não é uma coisa simples de fazer, mas que com um pouco de esforço, bom senso e acima de tudo, cabeça aberta para absorver os novos aprendizados sem se trancar numa redoma de rancores e mágoas, já é meio caminho andado para a solução de alguns pequenos entraves.

Chorar pitangas ou se lamuriar pela (má) sorte não adianta absolutamente nada! Isso só atrasa sua vida e enche o saco das pessoas que estão a sua volta. Errou? Tropeçou? Caiu? Enxugue as lágrimas, de uma batidinha na roupa para retirar a poeira, levante a cabeça e continue a caminhar. Ah, machucou?! Faça uma massagem e abra um sorriso.

Talvez isso não ajude a retirar a dor de uma vez só, mas com certeza vai liberar substâncias maravilhosas no seu organismo, fazendo com que você se sinta melhor, mais disposto a continuar a sorrir.

Nenhum ser vivo é tão privilegiado ao ponto de não ter problema algum na sua vida e ninguém é azarado o suficiente para ter somente problemas. Tudo sempre está na medida certa de acordo com a evolução de cada um.

Tenha em mente que situações complicadas de se resolver não são um bicho de sete cabeças, muito menos o fim do mundo. Não adianta se desesperar e querer a qualquer custo uma solução imediata. Muitas vezes o processo é lento e demanda mais dedicação na hora de colocar os pingos nos “is”.

Um dia de cada vez e uma passo atrás do outro. Paciência é uma virtude apesar de ainda ser pouco utilizada no dia-a-dia. Afinal para que ser paciente se o mundo pede agilidade?! Nesse caso, a pressa é inimiga da boa solução e da ótima compreensão dos fatos.

Tomar atitudes impensadas é uma das maiores causas dos problemas se agravarem. O que era um simples ponto passa a ser um borrão gigantesco e as amarguras envolvidas se multiplicam infinitamente.

Por isso, pare de reclamar e olhe para o lado. Você irá concluir que problemas é uma “exclusividade” de todos os seres que respiram e que muitos ainda são bem maiores, piores e mais dramáticos que os seus. Não lamente sua falta de sorte, mas enalteça sua bem aventurança.

Sempre é um milhão de vezes mais fácil encontrar uma agulha no palheiro do que achar alguém desprovido de problemas. Aliás, se isso um dia acontecer, com certeza não será um ser humano, mas sim um extraterrestre ou no mínimo, um acontecimento fantástico, digno de manchete na primeira página!

Anúncios

Written by Babi Arruda

31/08/2011 às 11:39

8 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. É tão simples olhar para o lado e ver o que são ‘problemas de verdade’.
    É exatamente como você disse, todos nós temos problemas. Precisamos só dosar o quanto isso vai tomar nossa vida. E claro, tudo tem solução. SEMPRE!
    um beijo carinhoso

    Thamine

    31/08/2011 at 18:03

    • A grande dificuldade do ser humano é saber dosar. Ele sempre pensa que o próprio umbigo é a dimensão do universo.

      Beijão querida ^.^

      Babi Arruda

      14/09/2011 at 16:08

  2. Que os problemas tomem na nossa vida a proporção de um grão de feijão. Todos temos, sempre teremos. É só saber dosar e aprender a lidar..
    um beijo carinhoso!

    rita de holanda

    31/08/2011 at 18:04

  3. Há momentos que tudo conspira a nos levar ao fundo do poso. E se debater para se segurar em nada adianta. O melhor é se jogar ao fundo para ter apoio. Se forem freqüentes as perdas monetárias antecipe-se e vire um sem teto, pois tais perdas existiam para você experimentar uma vida assim, por exemplo. Se você antecipa tais perdas passam a não ter sentido e simplesmente interrompem-se. Assim, como uma mágica. Mas me diga quem tem coragem para ser mendigo? Ninguém. Aí o que nos sobra. Ajuda de alguém, um ente querido, o serviço social do governo. Só que estas ajudas vão funcionar apenas como paliativo e cedo ou tarde as nossas freqüentes perdas recomeçarão, pois não se experimentou o que era para experimentar.
    paulorguimaraes@hotmail.com

    paulorguimaraes@hotmail.com

    31/08/2011 at 18:49

    • Tudo é mto complexo, mas te digo que mtas coisas poderiam ser resolvidas se os seres humanos fossem menos fatalistas e mais humanos. Talvez o panorama pudesse ser alterado 😉

      Mto obrigada pela visita =)

      Bjss

      Babi Arruda

      14/09/2011 at 16:12

  4. Babi, eu fico pensando naquelas pessoas idealistas que projetam a tal “felicidade a todo momento”, uma vida sem problemas, sem complicações. Muitas pessoas tentam “fugir” dos problemas que aparecem na vida -e a vida, com toda(s) a(s) sua(s) complexidade(s), é isso – criando uma ilusão, um mundo faz-de-conta. Pior: não enfrentam os problemas “de frente” e deixam pra depois, adiando, fugindo…

    Faz um tempo que eu li em um desses manuais de auto ajuda (!) um clichê que não deixa de ser interessante e trazia algo assim: “em muitos casos,no momento é uma tempestade, mas depois você percebe que se tratava de um chuvisco”.

    Beijo 🙂

    Jaime Guimarães

    01/09/2011 at 11:44

    • Hahahaha frase perfeita amigo: chuvisco, mto bom =)

      Bjsssss

      Babi Arruda

      14/09/2011 at 16:13

  5. Babi, eu fico pensando naquelas pessoas idealistas que projetam a tal “felicidade a todo momento”, uma vida sem problemas, sem complicações. Muitas pessoas tentam “fugir” dos problemas que aparecem na vida -e a vida, com toda(s) a(s) sua(s) complexidade(s), é isso – criando uma ilusão, um mundo faz-de-conta. Pior: não enfrentam os problemas “de frente” e deixam pra depois, adiando, fugindo…
    +1

    Augustin

    02/09/2011 at 00:40


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: