A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Pratique a cortesia

with 20 comments

“O escritor francês Gastón Courtois disse que a cortesia é filha do respeito ao próximo e irmã da caridade. Aquele que é cortês sabe que não é o centro do mundo, é uma pessoa que pensa nos demais e em seus sentimentos”


Hoje eu acordei pensativa, procurando algumas respostas para minhas interrogações mais angustiantes: afinal, onde está a delicadeza de palavras? Onde está a simplicidade dos gestos? Onde está a gentileza das atitudes? Onde está a cortesia nas ações?

Ao meio de tanto caos na desordem pública e na vida política, a inversão de valores é gritante aos olhos e ouvidos, no qual palavras como obrigado, por favor, com licença e desculpas ficaram obsoletas, desgastadas, para não dizer esquecidas.

Viraram lendas, contos, uma doce lembrança de que o ser humano pode ser humano com o próximo na possibilidade de transformar o dia comum de alguém em um dia realmente especial e magnífico. Um gesto de carinho virou uma necessidade latente para que a sociedade não se torne robótica e frívola.

O comportamento em sociedade se tornou mecânico e hipócrita. É seguido mais para convenções sociais do que necessariamente para uma demonstração espontânea de cuidado com a pessoa que está ao lado. Tudo é friamente calculado para quem sabe no futuro, se tirar alguma vantagem numérica num simples sorriso.

As questões de relacionamento, de interdependência são medidas no quanto de lucro pode me dar, em quantos cifrões posso colocar no meu bolso e não nas vantagens intangíveis como a proliferação do amor, a expansão do afeto e na conquista de carinho.

A grande verdade é que o mundo anda estressado e o reflexo disso são as manchetes de jornais noticiando violências e atrocidades. Muitas vezes chego a me perguntar se o bicho homo sapiens é realmente uma espécie evoluída. Para mim ela ainda se encontra num estado primitivo de consciência coletiva, um embrião a se desenvolver nas áreas de compaixão e solidariedade.

Devíamos mandar o mundo para um SPA. Sim, um lugar onde ele pudesse descansar e rever seus valores. Um espaço especializado na recuperação de pessoas perdidas em suas próprias ambições, egoísmos, vaidades e maneísmos egocêntricos. O mundo está doente e precisa recuperar seu coração, sua mente e sua alma.

Parece bobagem, mas a prática da cortesia é o primeiro passo para que consigamos resgatar um pouco de humanidade que ficou perdida no tempo. Precisamos colocar um fim na era do individualismo absoluto e aprender a compartilhar o que de melhor existe dentro de nós.

Vamos resgatar velhos clichês como Be Yourself, Don’t Worry, Be Happy, Quem sabe faz a hora não espera acontecer, Express Yourself, Viva o hoje, Just Do It e por fim, aquele especial que deveria ser um mantra em nossas vidas: Pratique a cortesia!

Gastón também escreveu: “Quando a caridade domina, a humanidade se engrandece. Quando o egoísmo reina, a humanidade se rebaixa”. Acho que está na hora de nos engrandecemos, pois senão seremos apenas seres bípedes, solitários e depressivos. Devemos deixar que o sorriso, a alegria, o desprendimento dominem nossas atitudes no dia-a-dia, transformando a convivência em um ato de prazer e não de conveniência.

PS.: Procurando uma imagem para ilustrar este texto para a prática da cortesia não consegui encontrar uma imagem decente se quer sobre a cortesia humana. Todas as imagens interessantes encontradas foram de cortesias entre os animais de quatro patas. Acho que temos muito que aprender com eles. A natureza é sábia. E nós muito burros demais!

Anúncios

Written by Babi Arruda

29/06/2011 às 11:26

20 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Os animais são sempre exemplo. E a cortesia é sempre indispensável. Pena que quase sempre os humanos esquecem dela.

    @amanda_arm

    29/06/2011 at 11:35

    • O ser humano esquece que é humano. Vive apenas na consciência do ser sem completamento.

      Babi Arruda

      29/06/2011 at 11:43

  2. Como Kerouac disse no Os Vagabundos Iluminados, “Lembrei-me do verso no Sutra do Diamante que diz: “Pratique a caridade sem ter em mente nenhuma concepção a respeito da caridade, porque caridade, apesar de tudo, não passa de uma palavra”.”

    gruhn

    29/06/2011 at 11:51

    • Excelente colocação querido. Concordo plenamente!

      Beijão

      Babi Arruda

      01/07/2011 at 10:58

  3. As pessoas acham essas palavras tão cafonas, que o “obrigada” foi trocado pelo “valeu” e “Bom dia/Boa tarde/Boa Noite” por “Diz aí”.
    Mas gosto de ser cafona e não troco essas palavrinhas por nada.

    Ludimilla

    29/06/2011 at 19:58

    • Continue cafona amiga. Aí reside sua beleza ^.^

      Beijos

      Babi Arruda

      01/07/2011 at 10:58

  4. Como sempre Babi, mais um texto ótima pra refletir
    as pessoas cada vez mais mesquinhas, dão um bom dia falso e mau humorado ou desculpa por obrigação, os tempos estão mudados e cada vez assustam mais……

    parabéns pelo texto babi

    ederedy

    30/06/2011 at 00:00

    • Muito obrigada querido =)

      Bjssss

      Babi Arruda

      01/07/2011 at 10:59

  5. Excelente!! Esse texto me lembrou um episódio de alguns fins de semana atrás, numa mesa de bar, um casal que não conhecia (amigos em comum) resolveram ir embora, levantaram, deram tchau pra uma galera q conheciam na mesa, deram a volta e tchau pra quem estava conversando comigo (tipo abraço), viraram e saíram andando… soltei um quase silencioso “tchau” e fui obrigada a escutar que “eles são tímidos”… Tu me conhece né… Respondi que isso na verdade era falta de educação… E que timidez não tem nada a ver com isso (eu sou tímida, mas sou educada)… Tive a sensação que fui tida como grossa….

    JuTheophilo

    30/06/2011 at 06:05

    • As pessoas tem o poder de confundir as coisas e desculpar atitudes com eufemismos. Isso é o ser humano!

      Babi Arruda

      01/07/2011 at 11:02

  6. Nesta semana soltei um “bom dia” para um vizinho conhecido por sua cara de poucos amigos. E a “resposta” foi a mesma de sempre: um rosnado indefinido – não dá para saber se era um “bom dia” ou um “não enche”.

    Se eu sei que este sujeito é assim, então por que dar um “bom dia” ou um simples “oi”? Porque é da minha natureza realizar alguns gestos, embora eu seja bem tímido. O grande problema dos tímidos é colocar “coisas na cabeça” do tipo “dei ‘bom dia’ pra ele, não agradei, ele pensa que sou um babaca'”. Aprendi que o babaca é ele, que não responde. Aprendi que o problema não sou eu, e sim o sujeito que já passou dos 40 e certamente os pais transmitiram valores bem diferentes – a cortesia, por exemplo.

    Parece até clichê bobo de auto-ajuda, mas funciona ( sei por experiências próprias rs): desarme um grosseiro todo nervosinho mostrando a ele o valor da cortesia e da gentileza. Vai ficar muito, muito feio pra ele.

    bjs!

    PS: acho que nem um SPA dá mais jeito neste belo mundinho em que vivemos rs

    Jaime Guimarães

    30/06/2011 at 18:15

    • Olha, também acho que um SPA não dá jeito viu. Nós seres humanos não somos fáceis =/

      Bjsssss

      Babi Arruda

      01/07/2011 at 11:03

  7. Para quem vive enfiado com a cara na net, sem dúvida a cortesia morreu faz tempo, afinal, para terminar uma amizade, basta um clique.
    Mas entre as pessoas mais simples, que nada querem com as “modernidades” espalhafatosas, a boa educação prevalece.
    Rede social?
    Isso é um termo auto-paradoxal, afinal, quem tem amigos de verdade não precisa nem um pouco disso.
    Valeu.

    Jacques

    02/07/2011 at 23:59

    • Na verdade a vida virtual é uma nova forma de relacionamento. O problema são os excessos e a falta de bom senso. Aí uma coisa que poderia ser saudável, um “plus” acaba se tornando um câncer 😉

      Muito obrigada pela visita!

      Beijos

      Babi Arruda

      06/07/2011 at 17:44

  8. Adorei o seu texto… e realmente as pessoas têm que serem um pouco mais preocupadas com o bem estar dos seres ao seu redor… deixarem de calcular o que irão ganhar no futuro com determinada atitude caridosa é o primeiro passo.. gosto muito da frase “Faça o bem, sem olhar a quem…” e ser gentil e educado creio que seja uma obrigação básica de todos os seres humanos, afinal temos algo chamado racionalidade … 😉

    animadissima

    04/07/2011 at 17:27

    • Obrigada flor =)

      Agora pergunto: será que o ser humano tem mesmo racionalidade?! Fica a dúvida 😉

      Beijão

      Babi Arruda

      06/07/2011 at 17:42

  9. A palavra ‘engrandecer’ já dá uma ideia do peso que essa atitude tem. E você é muito sensível, sabe transcrever isso muito bem! Sempre um prazer passar por aqui 🙂
    bjs

    Rita de Holanda

    25/07/2011 at 14:15

    • O prazer é sempre meu ter vc lendo meu blog flor…é mta responsabilidade rss ^.^

      Beijos

      Babi Arruda

      03/08/2011 at 14:26

  10. […] o primeiro passo para que consigamos resgatar um pouco de humanidade que ficou perdida no tempo. [Continue lendo] Postado em Notas. Compartilhe […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: