A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Respeito é bom e todos gostam

with 5 comments

Tem um ditado antigo que diz: respeito é bom e eu gosto! Muita gente acredita que citar ditados é algo meio brega. Eu considero um exemplo simples das premissas básicas que todo ser humano devia saber para manter uma boa convivência com as demais pessoas. Ou é, no mínimo, um manual básico de conselhos úteis.

E nesse caso em específico, o indivíduo tem que levar este ditado como um mantra pessoal, pois todos adoram ser respeitados, mas infelizmente muito poucos praticam.

Existe uma linha tênue que divide o seu espaço pessoal com o espaço do vizinho. Muitas vezes as pessoas se acham no direito de fazer e falar coisas para outras sem se importar se aquilo está ferindo os limites do aceitável.

Simplesmente achar que está certo em suas convicções não é o suficiente para definir o que você tem realmente de direito nas ações com o próximo. Procure inverter a situação e se colocar no lugar do outro. Após fazer isso, se pergunte: estou confortável com determinada atitude? Não me senti ofendida com tais palavras? Essa ação desrespeitou meus valores?

Se a resposta for agradável aos seus ouvidos, tudo perfeito! Faça o que tem que fazer, diga o que tem que falar sem o menor peso na consciência. Porém, se a resposta te deixar incomodada, repense suas atitudes antes de praticá-la. Você não é o único ser que existe no planeta e individualismo em excesso compromete as relações.

Não custa nada, nem dói pensar nos sentimentos dos outros seres humanos. Você também gosta de ser respeitado em seus pensamentos, espaço, ações e maneira de ser. Então por que ultrapassar os limites do bom senso? Puro egoísmo? Mimo? Estrelismo?

O que quer que seja não há mais tolerância para isso! Ou se aprende a respeitar o próximo ou estará fadado ao ostracismo. Não dá mais ver este círculo vicioso e ficar calada, como se nada tivesse acontecido. Como se fosse normal a inversão de significantes e significados!

Já basta a pouca vergonha da nossa política que nos coloca um nariz de palhaço todo santo dia, por isso não é justo que parentes, amigos, colegas de trabalho também nos desrespeite diariamente. Não deixe que isso aconteça, imponha suas idéias e mostre suas fronteiras.

Mas lembre-se que para pedir respeito, tem que dar respeito. Não basta exigir do vizinho uma atitude respeitosa, você deve ser o primeiro a praticá-la. Por isso, cabe aqui outro famoso ditado: respeito não se pede, se conquista. Sim, respeito é uma via de mão dupla e funciona como uma lei natural de atração.

Para que não haja dúvida use o bom senso se colocando no lugar da outra pessoa. Tenho certeza que trocando os papéis você será mais capaz de avaliar uma situação. O que devemos deixar de lado é a soberba de nos considerarmos superiores, incapazes de cometer erros de julgamento. Aliás, nem cabe a nós o julgamento, mas cabe a cada um de nós praticar o respeito diariamente.

Anúncios

Written by Babi Arruda

08/06/2011 às 14:05

5 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Para respeitar é só se colocar no lugar do outro e ter bom senso. E isso é o que mais importa no cotidiano..
    🙂

    Rita

    08/06/2011 at 14:26

    • O problema da humanidade é o bom senso. Ou melhor, a ausência dele.

      Babi Arruda

      01/07/2011 at 10:43

  2. HAHAUHAHAAUASUHAUHAUHAUHA

    Oooops, Acho que desrespeitei alguém hoje… rs

    Mas, segui um ditado popular quem fala o que quer….

    Lu

    08/06/2011 at 19:22

  3. O tempo passa, o tempo voa, e o velho ditado continua numa boa: “respeito é bom e cabe em qualquer lugar”. E a fórmula é tão simples que o conselho “respeito não se pede, se conquista” perdura por gerações – o que chamaríamos de bom senso.

    No entanto o que se observa demais é o velho “faça o que eu digo mas não faça o que eu faço”. E aquele sujeito que enquanto pedestre reclama da falta de respeito dos motoristas que estacionam seus carros sobre o passeio provavelmente fará o mesmo quando estiver em seu veículo procurando vaga para estacionar. É o tal “se os outros fazem… por que só eu serei o trouxa?” Em muitos casos a falta de respeito está (também) ligada à “esperteza”…

    E um “viva” aos sábios ditados! hahaha

    Bjks! :*

    Jaime Guimarães

    09/06/2011 at 11:16

    • Esperteza é predicato por aqui amigo.

      Bjssss

      Babi Arruda

      01/07/2011 at 10:46


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: