A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Terra do Nunca

with 6 comments

É muito difícil saber crescer! Amadurecimento é um processo doloroso no qual todos passam e quando chega o momento, temos que deixar de sermos crianças indefesas para se tornar adultos conscientes dos próprios passos.

A vontade é de estar sempre embaixo da saia da mãe, agarrados a essa pessoa que com um simples sorriso nos acolhe e nos dá aquela sensação interminável de segurança. Ou então alguns mais radicais gostariam de voltar para dentro do útero, porque ali estamos protegidos de todos os males do mundo.

Seria muito bom se isso fosse possível, mas infelizmente não é! Temos que largar da barra da saia e inevitavelmente sair para o mundo. Não tem jeito. Não temos escolha!

Durante esta caminhada de aprendizagem e crescimento podemos contar com o auxílio, o conselho, a intervenção de muitas pessoas boas dispostas a nos ajudar, mas quem vai realmente definir sua evolução é você mesmo. Por isso, o medo tem que ser colocado de lado e o olhar deve estar voltado para o horizonte, sempre além dos limites.

Existem também outros sentimentos que precisam ser eliminados como, por exemplo, o egoísmo, a arrogância, a soberba e o orgulho. Eles com certeza não ajudam no processo de amadurecimento. Eles fazem com que sejamos eternas crianças mimadas e mal criadas perante as situações da vida, nos deixando inseguros.

Porém, tem aqueles que fazem questão em não querer crescer. Preferem ter uma imagem idealizada de si mesmos, vivendo na Terra do Nunca. Peter Pan’s modernos doutrinados com discursos rebuscados de valorização massificada do individualismo nocivo.

Vamos exercitar a capacidade de entender que tropeçar faz parte do pacote e que isso é necessário para fortalecer a musculatura do coração. Evoluir é preciso para se construir uma sociedade mais consciente e justa. E acima de tudo, construir seres humanos melhores, adultos e não seres infantilóides, fracos e frágeis com medo de enfrentar as adversidades da vida.

Sim, claro que devemos manter uma porção criança dentro nós, mas aquela saudável que nos traz alegria e um sentimento doce de inocência. A Terra do Nunca pode habitar nossos sonhos, mas nunca ser trazida para a realidade.

Portanto, coragem e confiança. A jornada para a maturidade é complexa e muitas vezes nos magoa, mas lembre-se que através das lágrimas nossa alma é limpa de toda sujeira que contamina nossa percepção.

Anúncios

Written by Babi Arruda

01/06/2011 às 11:48

6 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Estou passando por um processo intenso de amadurecimento nos últimos anos, em função de inúmeras coisas acontecendo na minha vida profissional, pessoal e emocional, e confesso que no começo queria correr de tudo, voltar ao tempo que só me preocupava comigo mesmo, com o hoje e com mais nada. Mas me tornei corajoso, alias, me descobri corajoso, e isso me deu confiança, e posso dizer que as coisas estão caminhando até que bem, apesar de tanto lamento…Mas sempre que posso viajo a Terra do Nunca =P….rss Muito bom #meau!

    Thiago Peixoto

    01/06/2011 at 18:39

    • Hahahah a Terra do Nunca é bom né? Mas é preciso crescer e caminhar #meau. Também me encontro nesse processo, mas sem lamentos, pois ele não contribui com nada 😉

      Obrigada #meauuuu…estava sentindo sua falta aqui ^.^

      Beijão

      Babi Arruda

      03/06/2011 at 11:31

  2. E sabe o que me preocupa, Babi? Vivemos em um período onde o sucesso e a felicidade são estimulados o tempo inteiro – e quem quer algo diferente, afinal? – e as pessoas não estão sabendo lidar com o fracasso. Muitos, inclusive, não admitem receber um ‘não’ como resposta.

    Deixo dois exemplos que podem ilustrar melhor: quantos crimes passionais temos acompanhado ultimamente pela imprensa? E quando vemos a motivação nos deparamos com coisas do tipo “Fulano não aceitava o fim do namoro”.

    Este foi o primeiro exemplo. O outro é da minha esfera, a escola. O aluno não pode ser reprovado, pois isso estimularia a evasão; não corrija a prova com caneta vermelha, pois isso pode constranger o aluno e minar sua auto-estima; não dê nota “zero” na prova ou atividade do aluno, pois deve-se considerar os progressos (avaliação processual e qualitativa) que ele tem feito e um “zero” pode desencadear uma queda de desempenho; uma suspensão escolar? Deusolivre!!!

    Aceitar o fim de um relacionamento, por mais doloroso que seja, ou tomar uma nota muito baixa na prova não são coisas agradáveis. Mas precisamos saber lidar com esses eventos. O amadurecimento chega também a partir das más experiências que tivemos e delas tiramos lições para prosseguirmos. O tropeço, a queda…ora, é a vida! E é nestas horas que sabemos o quão maduros estamos e o melhor: com quem podemos contar!

    Às vezes dá uma vontade danada de ir pra Terra do Nunca…mas lá também tem o Capitão Gancho! rs

    Bj

    Jaime Guimarães

    02/06/2011 at 10:21

    • Mais uma vez não tenho nem o que argumentar diante do seu brilhante comentário amigo. Daqui a pouco vou te chamar para tocar meu blog adiante hahahahaha =P

      Beijos

      Babi Arruda

      03/06/2011 at 11:32

  3. Crescer é a coisa mais difícil da vida. E ninguém te avisa isso, até o dia que você percebe (sem saída) que é um adulto com responsabilidades. Tem dias que dá vontade de pedir um tempo, repensar, ou até dizer “cansei de brincar disso”. Mas.. quando você vê, outro problema já surgiu e vc esqueceu essa vontade. E essa é a graça de tudo!

    Rita

    07/06/2011 at 16:31

    • Crescer dói e alucina a alma, mas é incondicional a nossa natureza 😉

      Babi Arruda

      08/06/2011 at 13:58


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: