A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Amigos: a família que escolhemos

with 13 comments

O ser humano tem um sério problema de relacionamento. Viver em sociedade é um ato cada vez mais complexo conforme o passar dos anos. Desenvolvemos manias e idiossincrasias. Tornamos-nos absolutamente convencionais e cheio de regras.

Aí colocamos a culpa na família. Sim, os outros são os errados e nós os certos. Sempre é o outro que tem um hábito ruim ou leva um estilo de vida equivocado. Pai, mãe, irmão, irmã, tio, tia, primo, prima, todos têm sua peculiaridade e muitas vezes perguntamos o porquê essas pessoas foram escolhidas por Deus para serem nossa família.

Obviamente existem mais coisas entre o céu e a terra do que sonha nossa vã filosofia e não temos como saber por que esses laços foram criados quando nascemos. Porém, somos concebidos com algo maravilhoso que se chama livre-arbítrio. Com ele somos capazes de fazer escolhas incríveis em nossa vida, e uma delas são os amigos, a família que escolhemos!

Com essa família não possuímos uma ligação de sangue, mas temos laços pelo coração, pela alma. São pessoas no qual temos afinidades de pensamentos, atitudes, conceitos de vida, caráter, enfim, uma série de situações que as tornam especiais ao ponto de desenvolver em nós o sentimento do amor espontâneo.

Não somos obrigados a amar um amigo somente pelo título de amigo. Espera-se que amemos nossos pais, avós, tios e irmãos. Isso de certa forma é cobrado, é imposto como socialmente e moralmente correto. Um amigo não. Amamos porque simplesmente elegemos essa pessoa para ser amada.

E podemos contar nos dedos de uma única mão aqueles no qual podem ser chamados de amigos. Se alguém tiver sorte pode utilizar as duas mãos, mas isso é muito raro. O importante, a saber, é que amigos são poucos, o resto são colegas, camaradas, brothers.

Amigo de verdade é aquele que nos momentos mais difíceis estão ao seu lado para te apoiar e nos momentos mais felizes estão ali para comemorar com você a sua vitória. Amigo de verdade xinga, fala horrores, puxa a sua orelha e dá bronca quando você faz algo de errado. Porém, um amigo de verdade também incentiva quando você dá um passo certo.

Amigo de verdade escuta todas as suas reclamações e ainda zoa contigo mandando você procurar um psicólogo para resolver suas neuras, mas quando a situação chega a um patamar extremo, ele é o primeiro a comprar uma briga por você.

Amigo de verdade não engana, não ilude, não diz meias verdades, não omite fatos ou palavras. Ele diz a verdade, mesmo que ela doa no fundo da alma, pois afinal ele vai estar ali para emprestar os dois ombros para você chorar. Amigo de verdade não trai sob nenhuma hipótese ou circunstância.

Por isso, quando um amigo de verdade pisa na bola e nos causa decepção parece que perdemos o chão, a sintonia com o universo. Perdemos nossa referência como indivíduo e sofremos desesperadamente.

Não sofra nem se culpe. Analise a situação e reveja seus conceitos. Avalie se os valores e ações do outro ainda estão compatíveis com o seu.

Lembre-se que amigos são a família que nós escolhemos. Se por ventura alguém dessa família abriu uma chaga no seu coração, talvez seja porque ele nunca foi um amigo de verdade, mas apenas um aprendizado em seu caminho.

Anúncios

Written by Babi Arruda

12/08/2010 às 11:47

13 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Você deu uma bela descrição do que é ser amigo, mas mais ainda do que é ser uma pessoa boa. O ideal seria que nós agíssemos assim com todo mundo. Afinal, não enganar, não iludir, não dizer meia verdade, não omitir-se em atos ou palavras, não trair, ajudar sempre, ser solidário, compreensivo, companheiro, deveria ser a lista de qualidades de todo mundo, não só de um amigo.
    A família deveria ser entendida como uma versão menor da experiência em sociedade, mas colocamos todas as fichas afetivas em pessoas que são tão pessoas como quaisquer outras, com a diferença que dividimos códigos genéticos parecidos. O que não impede de seu pai, mãe, irmão, tia, avô ou sobrinho ser um tremendo dum filho da puta, traiçoeiro, vingativo, invejoso, tirano… E aí nos sentimos culpados por gostar mais da amiga do que da irmã, ou do amigo do que do “próprio pai”. Conheço várias pessoas que têm mães como verdadeiras inimigas, pedras de tropeço na vida. Damos uma importância excessiva a estas afinidades familiares. Devemos respeitar os familiares como devemos respeitar quaisquer outro ser humano, assim como nos defender deles como fazemos com qualquer um.
    Isso é falta de humanidade? É ser escroto? Aos olhos da sociedade é, mas o mais importante é ser uma pessoa boa, um amigo, em qualquer núcleo social, seja parental, filial, fraternal, profissional.

    pachaurbano

    12/08/2010 at 12:26

  2. ADOREI, Gemula…excelente texto!

    Naya

    12/08/2010 at 13:50

  3. Muito bonito o texto, Babi!
    Boa semana.

    Luciana Cescon

    16/08/2010 at 10:09

  4. Texto bonito.
    Uma semana maravilhosa.

    Manoel

    16/08/2010 at 10:21

  5. Lindo texto, parabéns!

    Há alguns anos um conhecido me disse algo que nunca esquecerei : “amigos são como ondas”. Com isso eles quis dizer que a maioria das pessoas entra em nossa vida por um tempo determinado e depois vai embora, assim como toda onda está fadada a virar espuma.
    Mas isso não significa que estas pessoas não tenham nada a nos acrescentar ou que suas passagens em nossas vidas sejam insignificantes. Muito pelo contrário… Cabe a nós valorizar todos que fizeram parte da nossa história e as lições que cada um tem para nos ensinar.

    Beijinhos :))

  6. Pacha,

    Isso seria o ideal, que todas as pessoas agissem com consciência e ética. Mas infelizmente a realizade é um pouco diferente da minha utopia diária. Mas continuo tendo fé de que algum dia irie parar de me decepcionar com o ser humano nesse aspecto 😉

    E seus comentários como sempre acrescentando sabedoria oas meus textos. Muito obrigada…isso é um privilégio!

    Beijão!

    Babi Arruda

    17/08/2010 at 09:33

  7. Fico feliz que vc tenha gostado gêmula…obrigadinha ^.^

    Beijocas

    Babi Arruda

    17/08/2010 at 09:33

  8. Oi Lu,

    Muito obrigada ^.^

    Beijos

    Babi Arruda

    17/08/2010 at 09:34

  9. Anda sumido Manoel…que bom que passou por aqui…obrigada 😉

    Beijos

    Babi Arruda

    17/08/2010 at 09:34

  10. Mocinha Van,

    Ultimamente vc tem que surpreendido com suas palavras. Elas têm me feito pensar e ponderar, ou melhor, enxergar uma ótica mais otimista. Obrigada por me fazer ver com os olhos de ver 🙂

    Beijão!

    Babi Arruda

    17/08/2010 at 09:47

  11. linda esta mensagem,parabéns!! Ela resume tudo q eu acredito de uma bela amizade,bjo.

    Naete

    14/05/2011 at 15:10

    • Ai muito obrigada =)

      Volte sempre aqui!

      Beijão

      Babi Arruda

      17/05/2011 at 15:55

  12. Bela descrição do que é ser amigo .Gostei !!

    Mércia

    03/09/2012 at 14:03


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: