A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Constante bipolaridade

with 4 comments

Palavras modernas. Conceitos futuristas e novos vocabulários para sintetizar a nova aldeia global. Tudo muito elegante e dentro dos padrões estéticos. Enfim, mascarar o óbvio ululante, disfarçar as falhas e encobrir as próprias limitações, para não dizer ilusões do autoconhecimento.

Hoje em dia virou moda fugir da responsabilidade das atitudes e das palavras. Troca-se de opinião, de vontades como se trocasse uma peça de roupa num dia comum, cotidiano. Sem o mínimo de cuidado, zelo pelas circunstâncias ou pelo impacto na vida do próximo. Agora está em vogue dizer que é bipolar. É mais chique falar isso do que admitir as confusões de uma mente frágil e egoísta.

O hábito de pensar está se tornando uma coisa corriqueira e sem importância. Simplesmente se faz as coisas e pronto. O que vem depois? Não importa! Depois se pensa nisso.  Quando acontecer aí se vê o que pode ser feito! Tudo gira em torno do imediatismo e não dos passos calculados com uma projeção no futuro a médio e longo prazo.

A ordem natural está se invertendo dia após dia e a sociedade insiste em classificar esse comportamento egoísta como normal. As pessoas seriam mais felizes se falassem o que realmente pensam e principalmente, se pensassem com juízo antes de falar.

É preciso ter consciência dos próprios sentimentos, colocar em ordem todas as informações que nos incomodam, catalogar aquilo que nos torna felizes e aplicar a coerência em todos os discursos e o bom senso nas ações. Saber usá-los com sabedoria é um privilégio para poucos, infelizmente.

Ser indeciso em certos momentos é válido porque realmente algumas situações são difíceis de definir com uma simples palavra. Leva-se tempo e até mesmo decisões equivocadas podem acontecer. Porém, transformar sua vida numa constante bipolaridade é algo que deve ser repensado e excluído do seu universo.

As pessoas não são brinquedos, objetos para que você mude de posição cada cinco minutos. As alternâncias de humor não podem reger os seus princípios. Tudo está baseado na lei de causa e efeito. Lembre-se das conseqüências. Não podemos só olhar para dentro porque isso é egocêntrico demais.

Existem sentimentos alheios envolvidos e querendo ou não somos eternamente responsáveis por aqueles que cativamos. Por isso, chega de confusões, indecisões e inconstâncias. A bipolaridade não é um meio para se viver, nem muito menos deve ser uma alternativa de sobrevivência.

Anúncios

Written by Babi Arruda

20/05/2010 às 11:00

4 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Falar o que pensa… Mas como vamos descobrir o que realmente pensamos, aquilo que vem de nossa personalidade? Como diferir isto daquilo que é plantado pela sociedade imediatista, que cobra respostas rápidas, automatizadas. Descobrir o que se pensa é um caminho longo, exige reflexão, alguns ainda conseguem fazer isso mas sinto que o pensamento proprio se torna a cada dia um objeto de luxo ao alcance de poucos.

    Mape

    21/05/2010 at 09:08

  2. Esse texto casou direitinho com um momento que estou vivendo. Realmente as pessoas estão perdendo o senso de responsabilidade perante os sentimentos das outras pessoas!
    É triste e causa dor!
    Muito bom mais uma vez Babi! Parabéns!

    Janaína

    21/05/2010 at 10:48

  3. Esse texto casou direitinho com um momento que estou passando. Realmente as pessoas estão perdendo o senso de responsabilidade perante os sentimentos das outras pessoas!
    É triste e causa dor!
    Muito bom mais uma vez Babi! Parabéns!

    Janaína

    21/05/2010 at 10:49

  4. Muito interessante este texto Babi. As pessoas por não pararem para pensar, ou até para começarem a ” treinar e criarem ” o hábito de pensar, vão agindo por impulso e seguindo padrões. Padrões estes que na maioria são estabelecidos por mentes que não tem a intenção de serem livres.
    Parabens.

    Manoel

    21/05/2010 at 22:29


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: