A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

O espaço de cada um

with one comment

Parece estranho, mas apesar do ser humano possuir uma natureza egoísta ao mesmo tempo tem uma postura dominante e dominadora, como se de alguma forma quisesse absorver as outras pessoas, incluí-las no seu universo particular, às vezes até, sem pedir permissão para tal.

Essa invasão de território pode parecer agressivo. Muitos não lidam bem com esse intercâmbio de limites. Já outros não se importam, ou se tem algum incômodo, simplesmente deixam pra lá. Não criam atritos desnecessários, tudo em nome da boa convivência.

Porém, o importante de tudo é ter compreensão e tolerância. Também uma dose de paciência é bom para manter os ânimos calmos e tranqüilos. Temos que aprender a respeitar o espaço pessoal de cada um, entendendo que cada indivíduo pensa e age de forma diferente, além de precisar de um tempo sozinho com os próprios botões para ajeitar as arestas da vida.

Sei que quando gostamos de alguém queremos ao máximo a pessoa ao nosso lado, cuidando, segurando pela mão como se fosse uma criança aprendendo os primeiros passos, porém temos que deixar o outro respirar, sem cobranças ou imposições.

Não é fácil praticar isso. Sim, é absolutamente complicado as relações humanas e muitas vezes erramos por excesso, por falta de tato, por ansiedade, por diversos fatores que nem sabemos explicar.

Aprenda que a maioria das pessoas não funciona sobre pressão. Isso não faz bem para ninguém. As decisões têm que ser tomadas com cabeça fria, bom senso e ponderação, e com certeza invadir o espaço do outro nesse momento pode ser desastroso.

Se você sufocou alguém não se torture. Não adianta chorar pelo leite derramado nem se culpar pelo erro. Acalme-se e deixe o tempo agir. Ele é o único capaz de colocar as coisas nos seus devidos lugares da forma correta, da maneira que irá nos fazer bem. Se existe carinho, também existirá o perdão sincero, sem mágoas e a possibilidade de um novo começo.

Porém, aceite que as pessoas possuem suas limitações, seus espaços individuais e uma conexão exclusiva com o próprio eu. Todo mundo tem essa relação dualista consigo mesmo. É natural e muito saudável para nossa sanidade mental porque isso está intimamente ligado a percepção de nossa auto-estima.

Portanto, não ultrapasse barreiras, muros ou pontes sem ser convidado a atravessar. Espere o tempo necessário dentro do seu próprio espaço pessoal.  Talvez com isso e somente talvez, o convite poderá chegar mais rápido se você permanecer quieto no seu quadrado.

Anúncios

Written by Babi Arruda

12/05/2010 às 10:53

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Eu DEIFNITIVAMENTE peco por excesso.
    Tenho espírito maternal aguçado demais. Que quer cuidar e estar perto por tempo demais.
    Sim, atrapalha.

    Estou tentando trabalhar isso. Se eu chegar lá, as coisas melhoram muito. Senão, seja o que Jah quiser.

    @amanda_arm

    12/05/2010 at 14:10


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: