A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Ansiedade + expectativa = respiração no saquinho

with 2 comments

Uma combinação que pode trazer sérios riscos a nossa saúde mental e sentimental é a mistura muito perigosa de ansiedade com expectativa. Sim, isso é uma “bomba calórica” em nosso sistema nervoso que pode acarretar em diversos prejuízos em nosso cotidiano tanto na vida profissional como na pessoal.

Infelizmente hoje em dia vivemos na sociedade do stress no qual o ser humano perdeu o direito a uma vida tranqüila e sossegada. Tudo é controlado, o tempo é medido, as atitudes vigiadas e as ações programadas.

A qualidade de vida fica em segundo plano porque o importante são os prazos, o lucro, os projetos. Porém, muito se esquece que uma mão-de-obra estressada compromete a eficiência do trabalho. E quantos robozinhos humanos qualificados as empresas pretendem fabricar para repor o estoque?

Uma hora a forminha estraga e teremos uma sociedade medrosa, insegura e paranóica! Ou será que já não estamos assim? Quantas pessoas você já não conhece que desenvolveram síndrome do pânico? Ou então, quantos amigos seus não têm crise de ansiedade?

Tenho certeza que a contabilidade ficou além do esperado! E para piorar a situação, como se já não bastasse ser cobrado diariamente por diversas situações, ainda ficamos na expectativa de corresponder a todas de forma eficiente.

Muitas vezes esperamos tanto que algo dê certo que esquecemos o principal: aproveitar o momento! Ou então o excesso de expectativa nos traz decepção, pois nem tudo depende da nossa vontade. E aí a euforia se transforma em depressão, afetando diretamente nossa auto-estima.

E a soma de todos esses fatores pode fazer com que passemos nossa vida respirando dentro de um saquinho!

Mas vamos falar a verdade: como controlar tais sentimentos que por natureza parecem ser indomáveis? Bom, eu não sou psicóloga (apesar de algumas amigas minhas acharem que sim, rsss) terapeuta, psiquiatra ou pedagoga. Portanto, não posso dar uma resposta técnica sobre o assunto. Contudo, como qualquer brasileira tenho a minha receitinha caseira:

– Tomar consciência que de você é uma pessoa ansiosa. Negar o fato só irá lhe trazer mais problemas;

– Querer mudar. Força de vontade é um fator principal;

– Procurar evitar situações que lhe tragam ansiedade e/ou stress;

– Pense que ficar ansioso/a não vai fazer o tempo andar mais rápido;

– Roer as unhas, ficar histérico/a ou fumar um cigarro atrás do outro não vai fazer com que seus problemas sejam resolvidos num passe de mágica;

– Se sua mão começar a tremer em direção ao saquinho visualize uma situação que lhe dê segurança, paz e conforto;

– Pratique um esporte;

– Faça sexo com quem você ama;

– Não espere demais das pessoas. Elas têm uma formação moral diferente da sua;

– Não espere demais de você. Você é um ser humano com qualidades e defeitos;

– Tenha Deus no coração, pois ele é a expressão incondicional do amor;

– E por fim, respeite seus limites. É de responsabilidade de cada um cuidar da sua saúde e bem-estar.

Anúncios

Written by Babi Arruda

15/04/2010 às 12:10

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Eu defino ansiedade como o estado em que se encontram minhas unhas.

    É. E lá se vão as unhas, as pelinhas em volta do dedo, a ponta do dedo….Rs.

    Belo texto ^^

    @AMANDA_ARM

    15/04/2010 at 13:19

  2. ansiedade e querer fazer amor e nao ter com quem!
    querer o quentinho e passar frio!
    querer ela la dentro e reparar que nao existe um buraco onde po-la!

    sinto falta dele

    10/06/2011 at 13:05


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: