A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Aquela música

with 4 comments

Aquela música! Pode-se ouvir todos os sons do universo e eles não fazerem nenhum sentido, mas aquela música deixa um estado de topor, de embriaguez contida, de sonhos perdidos e uma lembrança com cheio de perfume com suor na memória.

Nada demais a dizer, nenhuma palavra de grande impacto ou uma revelação calorosa de um segredo distante. Apenas uma melodia simples, uma voz suave para fazer o mundo girar, os pés saírem do chão e o início de uma confusão de sensações.

Muito desconcertante isso, como todas as vezes que fico esperando por uma resposta que nunca vem e que talvez nunca chegará. Com toda certeza quando eu ouço aquela música eu lembro de você. E com mais certeza ainda você nunca fará idéia disso porque entre os espaços do meu mau humor e do seu sarcasmo está um abismo de medos e incertezas. Histórias criadas como que uma lacuna de imperfeições da existência.

O mais engraçado de tudo é perceber as fragilidades nas entrelinhas de um discurso poético feito somente para impressionar a multidão, aos expectadores ávidos pelo espetáculo de um teatro amador. Roteiro muito bem elaborado, porém com algumas falhas na direção.

Não importa. Apesar de tudo sou tua platéia mais cativa e nunca se quer olhaste para mim sentada na primeira fileira com um sorriso largo e os olhos marejados de emoção. E toda vez ao escutar aquela canção, volto ao dia em que eras apenas uma impossibilidade.

Mas entre verdades, mentiras, ilusões e distorções está aquela música bendita que não sai da minha cabeça como se tivesse sido composta para infernizar meu bom senso e perturbar minha insanidade lúcida. Vivo entre o equilíbrio pomposo de uma intelectual falida e de uma adolescente dramática em plena menarca histérica e compulsiva.

E digo mais: essas frases, monólogos e composições de ideias nada mais são que delírios de percepção. A realidade é muito diferente, já dizia a letra. E eu preciso compreender que a distância está até onde eu coloco os limites.

Agora serei breve porque não posso mais perder tempo com divagações do existencialismo musical na minha vida tão regrada e certinha. A loucura está na ordem e não no caos como muitos imaginam. Melhor, idealizam! Idealizações são péssimas companheiras de travesseiro, de copo e de dias solitários.

Acho mais sensato não falar de esperanças para não me perder em passos descompassados e que por hora o melhor é ficar observando, quietinha no meu canto, imaginando suas imperfeições, rindo das minhas bobeiras e aguardando os dias chegarem. Eles sempre chegam na hora certa, ao som daquela música.

Anúncios

Written by Babi Arruda

08/01/2010 às 00:03

4 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Você escreve muito bem! Sempre passo por aqui dar uma espiada. Hehee.
    E sim, também me balançam as pernas certas músicas.

    ^^

    @amanda_arm

    11/01/2010 at 11:11

  2. Obrigada querida. Você também não fica atrás ^.^

    Certas músicas são muitos complicadas…rsss

    Babi Arruda

    11/01/2010 at 11:15

  3. Meu, onde vc consegue essas imagens??? Que coisa linda a ilustração deste texto!
    Aliás, devo dizer que adorei a ‘cara’ do blog. A figura do cabeçalho é linda!
    Beijo!

    Andresa

    25/01/2010 at 13:16

  4. As imagens eu consigo nas minhas andanças pelo Tumblr menina. Já te disse que tu vai adorar o Tumblr teimosa, hehehe

    A imagem do cabeçalho é do wordpress mesmo…não é mérito meu =\ – Mesmo pq vc sabe que não tenho aptição para desenhar ou talento para fazer página na web…coisa que vc tem de sobra 😉

    Babi Arruda

    26/01/2010 at 19:24


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: