A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Vida

leave a comment »

vida

Vida de amores.

Vida de ódios.

Vida de alegrias.

Vida de tristezas.

Vida traiçoeira.

Vida que amamos ou odiamos.

Por fim, vida que temos por direito.

Vida, que fizemos por merecer.

Vida que assiste nossas derrotas e não faz nada para nos consolar.

Vida que assiste nossas vitórias e não brinda conosco nossa ascensão.

Vida, quieta no seu canto, que conhece nossas virtudes e nossas falhas e usa isso contra ou a favor de nós,

Para nos colocar acima ou abaixo dela.

Vida, grande depósito de ações inescrupulosas, testemunha de uma sociedade medíocre,

Que não faz nada para mudar seu estatuto ridículo,

Que eles mesmos não seguem, mais impõem aos seus sucessores.

Vida, adjunto adnominal de nós.

Separemos então, a vida de nós.

Seremos um substantivo morto, sem sentido, sem vida.

E gritaremos então, o mais alto possível:

– Façam de mim uma oração completa!

 

*Publicado em 19/03/2009

Anúncios

Written by Babi Arruda

27/10/2009 às 17:39

Publicado em Poesias

Tagged with , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: