A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Contos de Zakhara – Parte V – Capítulo final

leave a comment »

safira

Cheguei ao local ainda atordoada com as últimas revelações. Ele já estava a minha espera com as duas servas. Uma tenda já estava montada. Ele disse: “Vá com elas. De acordo com o que elas me disserem, conversaremos”. Entrei na tenda e ali estava selado o meu destino. Pude perceber que do lado de fora, ele andava de um lado para o outro apreensivo. Depois de alguns minutos, uma das servas sai e vai ter com Rashad. Ele imediatamente perguntou: “E então”?

 A serva respondeu: “Meu senhor, esta menina é tão pura quanto à honra de sua casa. Sua virtude permanece intacta tal como o dia de seu nascimento. Ela diz a verdade”.

Nesse momento, de forma irracional e abrupta Rashad entra na tenda e pede para a outra serva sair. Ele começa a falar: “Safira, eu não entendo. O que eu vi… como pode ser”?! E nessa hora comecei a contar para ele por tudo que passei desde que minha mãe morreu, a situação que armaram para mim fazendo uso de feitiço, inclusive a conversa que presenciei de Naila com o homem que se dizia meu amante.

Comovido pela minha história e enxergando que eu falava a verdade, Rashad disse: “Safira, meu amor, perdoe-me por ter duvidado de você. Procure entender que as circunstâncias não ajudaram muito, mas não me eximo de minha culpa. Deveria ter lhe dado à oportunidade de se defender. Investigar este homem e seus princípios. Perdoe-me meu amor por minha falta de confiança”.

Nunca as palavras soaram tão doce aos meus ouvidos. Finalmente, um dos homens que eu amava acreditara em mim. E Rashad completou:

“Safira, vamos agora a sua casa e explicar tudo isso ao seu pai. Contaremos toda a verdade e desmascaremos Naila. Acabaremos com este casamento sem propósito com Amina e então, ficaremos juntos para sempre como marido e mulher. Você é a mulher que eu amo e Amina não tem um terço de sua honestidade, pois ajudou a mãe nessa armação toda”.

Respondi: “Não Rashad, minha palavra agora não vale nada. Meu pai está cego por causa dos feitiços de Naila. Ir até lá e confrontá-lo seria pior. Também não recrimine Amina, ela é uma menina tola que não tem culpa de ter tido a criação que teve, cercada por mentiras e ilusões.

Cuide muito bem dela. Ela precisa muito de você para se livrar das teias negras da mãe. Amina é muito mimada e imatura, mas gosta de você, mesmo que de uma forma doentia e egoísta. Um dia voltarei e trarei provas contundentes sobre o caráter e as intenções de Naila. Tenho certeza que a sagrada Hakyiah me concederá esta graça e a verdade se mostrará tão luminosa quanto o sol que paira sobre este deserto”.

Com os olhos cheios d’água, Rashad segurou minhas mãos e ficou me contemplando em silêncio. Então finalmente disse: “Aqui, minha amada Safira, faço um voto. Meu coração não será de mais nenhuma mulher de Zakhara. Ele só pertence a ti. Ele aguardará sua volta com a verdade para alegria de nossas casas e aí, poderei realizar o meu sonho de ser feliz ao lado da mulher que eu amo”.

Emocionada respondi: “Aqui, meu amado Rashad, também faço um voto. Não serei de nenhum outro homem de Zakhara. Minha virtude permanecerá intacta até que eu possa voltar para ti e ser feliz ao lado do homem que eu amo”.

E assim parti de minha casa, levando no coração a esperança de que um dia voltarei para desfazer essas teias de mentiras. Agora sigo para onde o vento da Sagrada Hakyiah me leva, buscando levar uma palavra de conforto, um conselho amigo e acima de tudo, a certeza de que a verdade é o caminho para a iluminação.

Este é o capítulo final da queda de minha casa e de minha família.

 

*Publicado em 17/04/2008

Anúncios

Written by Babi Arruda

26/10/2009 às 16:15

Publicado em Série Contos de Zakhara

Tagged with ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: