A Esperança da Caixa de Pandora

Apesar de todo o caos ela existe!

Ode ao uso do colírio light

leave a comment »

LauraSchleicherb

Outro dia encontrei com uma antiga amiga, a Jurema, no ponto de ônibus. Achei estranha esta cena, pois ela sempre teve carro, de preferência o modelo do ano, coisa e tal. De qualquer forma, a saudade era maior e fui cumprimentá-la. Jurema, quanto tempo, como está a vida?! Tudo certinho com você?!

Ao me ver, um misto de emoção e espanto passou pelos seus olhos marejados e no instante seguinte ela veio ao meu encontro e me deu um abraço apertado, sufocante e enigmático, e respondeu:

Ai amiga, tudo péssimo! Minha vida acabou! O mundo desabou em minha cabeça! Perdi namorado, emprego, carro, amigos, meus sapatos exclusivos do Fernando Pires e meu apê de frente para a praia. Tudo por causa do olho gordo!

Calma Jurema, mais devagar, sente-se aqui. Vou comprar um copo d’água. Você está trêmula! Pronto, beba isto. Agora explique esta história direito. Como assim perdeu tudo devido a olho gordo?!

Olho gordo menina! Mal olhado, ziquizira, dor de cotovelo, inveja!!! Eu tinha uma vida ótima, um emprego maravilhoso no qual ganhava 20 mil ao mês fora premiação, um namorado loiro, lindo, de 1,85 m, roupas de marca, apartamento luxuoso, viagens, um corpo escultural e tudo isso foi por água abaixo por causa do olho gordo da Tininha. Lembra dela? Aquela minha vizinha e colega de trabalho loira, mocréia invejosa fura olho!

Ela secou tanto a minha vida, queria tanto tudo que eu tinha que acabou conseguindo. Hoje ela está morando no meu antigo apartamento de frente pro mar junto com o meu ex-namorado e com o cargo que era meu na empresa onde trabalhava. Esta vampira sugou todas as minhas energias e minha fé na humanidade.

Você me conhece amiga, nunca desejei mal a uma mosca, nunca quis nada que não fosse meu. Sempre procurei ser generosa com as pessoas e tratá-las com dignidade e respeito. Sempre atuei pelo Greenpeace, fui contra o projeto de transposição do Rio São Francisco e não votei no Lula. Agora me explica por que tudo isso aconteceu comigo?! Que mal fiz ao universo para ele conspirar contra minha pessoa tão boazinha?!

Diante de tamanhas revelações inescrupulosas e até mesmo surpreendentes, vi-me obrigada a consolar aquela velha amiga que passava por um momento tão delicado, mas honestamente eu não sabia o que falar. Dizer a ela que tudo não passou de mera coincidência, que foi um revés da vida ou então que a posição dos planetas não estava ao seu favor não era aceitável. Não, eu não podia falar isso! A culpa era sim da Tininha e da energia negativa que ela carregava!

A inveja é um dos piores sentimentos que um ser humano pode sentir. Ele contamina e suga tudo que existe de positivo a sua volta. É praticamente um atestado de incompetência, de fracasso, de frustração, um “q” de inadimplência com os próprios objetivos e propósitos. É uma cobiça desenfreada, um desejo mórbido de possuir o que não lhe pertence. É por fim a tragédia grega contemporânea, a epidemia da sociedade moderna!

Bom Jurema, você não pode se abalar. Tem que levantar a cabeça, dar a volta por cima e seguir em frente. Você é capaz e irá recuperar tudo que conquistou ao longo dos anos árduos de trabalho. Talvez não o namorado, é lógico, porque esse pelo jeito não presta, tem que mandar passear mesmo!

Ahhh amiga, não se preocupe, já estou mexendo meus pauzinhos e acho que arrumei uma solução para os meus problemas com olho gordo. Impressionada com a afirmação perguntei: É mesmo? Como?!

Terreiro da Mãe Joaninha de Ogum. Tiro e queda menina! Nenhuma CPI me derruba! Estou indo agora lá para fechar meu corpo, fazer alguns trabalhos de abertura de caminhos, limpeza espiritual, proteção contra mal olhado, desobsessão de espíritos atrasados e mandinga de amor.

E funciona?! Olha, se funciona eu não sei, mas que a Tininha vai ficar algumas noites sem dormir quando descobrir que coloquei o nome dela na boca do sapo, a isso vai!

*Publicado em 13/03/2008

Anúncios

Written by Babi Arruda

22/10/2009 às 00:36

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: